23 anos servindo ao Senhor com alegria

“Entrai por suas portas com ações de graças e nos átrios, com hinos de louvor; rendei-lhe graças e bendizei-lhe o nome” (Salmo 100.4).

 

Gratidão! Essa é a palavra que resume o sentimento pulsante no coração de cada membro da Igreja Presbiteriana do Afonso Pena, “Coram Deo” (na presença de Deus). Contudo, tal gratidão não é limitada por uma simples expressão como: eu te agradeço. Ela irrompe em cânticos de louvor e adoração Àquele que por nós tudo executa (conf. Salmo 57.2). Por conseguinte, atendendo à conclamação do salmista, adentramos aos “átrios” do Senhor, com hinos e cânticos, bendizendo Seu santo nome. Isto fazemos com grande alegria, pois o verso primeiro deste precioso Salmo, assim nos exorta: “Celebrai com júbilo ao Senhor, todas as terras”.

A conclamação do salmista nos faz lembrar que quando os judeus voltaram do cativeiro babilônico, seu jubilo foi tão intenso que as nações circunvizinhas exclamaram atônitas: “Grandes coisas o Senhor tem feito por eles” (Salmo 126.2c). Semelhantemente, nos alegramos com os grandes feitos do Senhor e nos regozijamos com as gloriosas bênçãos dispensadas sobre a Igreja Presbiteriana do Afonso Pena nestes vinte e três anos de organização, os quais são antecedidos pela formação de nossa SAF, que nesta data comemora seus vinte e quatro anos de existência, nos quais tem revelado um labor incansável no Reino de Deus. Destarte, estamos jubilosos e gratos ao Senhor da vida, por fazermos parte do povo da aliança, sendo, consequentemente, rebanho do pastoreio Divino.

Portanto, ao olharmos para os dias de outrora, percebemos que são imensuráveis as bênçãos recebidas da mão do Providente Deus. Igualmente reconhecemos que tudo o que temos e o que somos é resultado de seu insigne amor, e isto, “porque o Senhor é bom, a sua misericórdia dura para sempre, e, de geração em geração, a sua fidelidade” (Salmo 100.5). Outrossim, com o coração repleto de gratidão, declaramos: Soli Deo Glória!

 

Rev. Elivanaldo Fernandes